Sondot�cnica Engenharia

Terminal Intermodal de Cargas Leste - TIC Leste - RMSP

Cliente: DERSA

A prioridade de implantação do Terminal Intermodal de Cargas Leste (TIC-Leste) foi definida em função do Plano Integrado de Transportes do Estado de São Paulo, proposto pela DERSA e desenvolvido de modo a se adequar ao Sistema de Planejamento de Transportes (SPT), e que, dentre as sete proposições principais, incluiu a Implantação de Terminais Intermodais de Cargas e Passageiros (4 terminais) nos principais corredores rodoferroviários de acesso à Região Metropolitana do Estado de São Paulo.

A demanda de carga nesses corredores definiu a prioridade de implantação do TIC-Leste, localizado no município de Guarulhos, dentro da Região Metropolitana da Grande São Paulo, entre as rodovias BR-116 (Via Dutra) e a Rodovia dos Trabalhadores.

O TIC-Leste tem as seguintes características: área total: 157 ha; área do setor ferroviário: 24 ha; área construída dos galpões modulados de armazenagem: 55.700 m2; área construída das edificações de apoio no setor de serviços: 11.080 m2; carga movimentada no setor rodoviário: 15.500 t/dia; carga conteinerizada movimentada no setor ferroviário: 5.000 t/dia; população presente na hora-pico: 19.400 pessoas; área de lotes especiais, destinadas a abrigar empresas transportadoras ou armazéns para indústrias e comércio: 366.267 m2.


Principais Serviços Desenvolvidos/Metodologia

a) Serviços de Apoio
• Interpretação de dados geotécnicos existentes e investigações geotecnológicas;
• Serviços topográficos e preparo de plantas básicas, incluindo levantamento planialtimétrico da área;
• Levantamento e análise de dados hidrológicos;
• Consulta às concessionárias de serviços públicos, para estudos de interferências.

b) Análise de Consistência e Desempenho do Anteprojeto Existente
• Pesquisa para estabelecimento do perfil das empresas transportadoras de cargas;
• Estrutura dos modelos matemáticos para análise dos armazéns modulados;
• Modelos para determinação das dimensões ideais dos armazéns modulados (programas “MOD” e “MIX”);
• Aplicação do modelo “MOD”, para obtenção das dimensões ideais do módulo de armazenagem, de modo a atender à movimentação de carga efetuada nos armazéns;
• Aplicação do modelo “MIX”, para avaliação das dimensões e modulações dos armazéns, condicionados ao perfil das empresas e do arranjo geométrico de operação;
• Dimensionamento de equipamentos;
• Levantamento de dados junto às transportadoras;
• Visitas às empresas industriais e comerciais;
• Parâmetro do modelo de dimensionamento do módulo de armazenagem (“MOD” e “MIX”);
• Tipificação operacional das empresas transportadoras para fins de análise dos modelos;
• Pesquisa de interesse junto às transportadoras;
• Integração, intermodalidade e operação do setor ferroviário;
• Diretrizes para o transporte coletivo no terminal.

c) Plano Urbanístico e Operacional (Plano Funcional)
• O Plano Urbanístico buscou considerar os elementos necessários ao Terminal, bem como a racionalização de sua operação, através de estudos de acesso, circulação interna, vizinhança, etc. Foram considerados, ainda, os aspectos de mercado e de implantação progressiva, sistemas construtivos, imagem e qualidade dos espaços por tipo de permanência e usos, considerando sempre o perfil das empresas a serem instaladas no Terminal.
• Neste item também foram detalhadas algumas edificações de apoio do Terminal, como: posto de abastecimento, oficinas e balanças; central de informações e escritórios; corpo de bombeiros; hotel, creche e vestiário do setor esportivo; armazéns ferroviários domésticos e alfandegado; concessionária de veículos; armazéns nos setores especiais; abrigo para ponto e cabine de controle de ônibus.

d) Detalhamento Institucional, Financeiro e Comercial
• Detalhamento dos instrumentos jurídicos para estabelecimento das relações entre a DERSA e as empresas usuárias do Terminal;
• Estudos de organização da entidade administradora do terminal, incluindo atribuições, recursos humanos, técnicos e administrativos necessários;
• Programa econômico e financeiro de operação do terminal, incluindo a determinação de taxas de serviços e formas de cobrança.

e) Medidas para Organização do Espaço Externo do Terminal
• O objetivo deste estudo foi o de apontar recomendações de caráter promocional e regulador, capazes de induzir um processo ordenado e compatível de ocupação do solo na parte externa do terminal, como forma de criar as melhores condições para seu pleno funcionamento.

f) Detalhamento de Projetos de Infraestrutura (projetos geométrico, de terraplenagem, de pavimentação, de drenagem; sistemas de abastecimento de água, de esgotos sanitários, de combate a incêndio, de iluminação das áreas externas às edificações, de telefonia, de distribuição de energia.; além de estudos geotecnológicos, serviços topográficos complementares; detalhamento de projeto de edificações e obras complementares; consulta às concessionárias e órgãos públicos, para compatibilizar diretrizes;

g) Foram desenvolvidos, em nível de projeto executivo, os projetos das áreas de administração, bancos, lanchonetes e lojas/serviços de 1a etapa, dentro do eixo de serviços e vestiários, lazer e portaria do estacionamento de caminhões. Em nível de anteprojeto arquitetônico, também foram desenvolvidos: edificações do eixo de serviços; vestiário/lazer; balanças; portarias.

h) Detalhamento de Projeto do Sistema de Informação e Comunicação
• Análise de situação compreendendo a avaliação das proposições sobre funcionamento de “centrais de fretes”, de acordo com a metodologia desenvolvida pelo DNER;
• Estudo da demanda por equipamentos de comunicação, permitindo a troca de informações de diversas unidades funcionais entre si e dessas com o meio exterior;
• Programa de monitoração constando de: ajuste dos modelos matemáticos a partir de novos parâmetros; avaliação da evolução dos processos operacionais de carga, descarga e armazenagem de carga; racionalização dos processos de coleta e distribuição.

i) Apoio à Implantação
• Apoio à implantação física;
• Apoio à comercialização;
• Apoio ao início de operação/monitoração.

Data: 1981-1983