Sondot�cnica Engenharia

Avaliação Ambiental Integrada da Bacia do Rio Paranaíba

Cliente: EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA (EPE)

    

Estudos técnicos de Avaliação Ambiental Integrada dos Aproveitamentos Hidrelé­tricos da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba, considerando três cenários temporais: "Cenário Atual" (2006), "Cenário de Médio Prazo" (até o ano de 2015), e "Cenário de Longo Prazo" (até o ano de 2025). Foram estudadas as principais características socioambientais e dos conflitos existentes e potenciais em torno do uso dos recursos naturais, especialmente da água e do solo, na bacia do rio, de modo a permitir uma avaliação de cenários prospectivos de desenvolvimento associados ao processo de implantação de novos empreendi­mentos hidrelétricos, incorporando seus efeitos cumulativos e sinérgicos sobre o meio  ambiente.   Objetiva  subsidiar  a  definição de diretrizes e orientações para o planejamento e a implementação de ações para a região, no âmbito da Política Energética Nacional. A área de influência do rio Paranaíba compreende 223.000 km², 7 milhões de habitantes e 154 municípios.

O estudo integrado da bacia considerou as implicações da mesma num potencial hidrelétrico de cerca de 12.600 MW, dos quais 7.000 MW já instalados. Está prevista a implantação de mais 15 empreendimentos no horizonte do Plano Decenal de Expansão da EPE, que corresponde a 1.760 MW de potência total instalada, sendo as UHE Capim Branco I e II e Serra do Facão os empreendimentos com maior potência (240 MW, 210 MW e 213 MW, respectivamente).

Dos empreendimentos do Plano Decenal, quatro já se encontram em construção (Espora, Corumbá IV, Capim Branco I e Capim Branco II), resultando em mais 5% de geração elétrica do potencial inventariado, num total de aproximadamente 7.740 MW de potência instalada. A importância estratégica do estudo decorre de que esta bacia é uma das mais importantes produtoras de energia hidráulica, com cerca de 12% da energia produzida no Brasil.