Sondotécnica Engenharia

Canalização e Implantação de Vias de Fundo de Vale

Cliente: Secretaria de Vias Públicas - Prefeitura do Município de São Paulo

   
O PROCAV 2 é um programa de obras múltiplas cujo objetivo principal é o melhoramento da qualidade de vida e da salubridade dos moradores dos fundos de vale das sub-bacias mais críticas do Município de São Paulo. As ações destinadas a atingir este objetivo são as seguintes: diminuir os problemas que provocam freqüentes inundações ao longo dos córregos, mediante aumento de sua capacidade de vazão coma resultado de sua canalização; melhorar as condições sanitárias e habitacionais das famílias afetadas pelo Projeto, mediante sua transferência para habitações de melhor qualidade e urbanização das favelas cuja remoção não for necessária; melhorar as condições de transporte nos fundos de vale a ações referentes ao meio ambiente, compreendendo a criação de áreas verdes e a proteção das atuais nas microbacias onde serão executadas as obras e a execução de um plano de educação ambiental destinado à população afetada pelo Projeto.

ATIVIDADES DE FISCALIZAÇÃO, ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DESENVOLVIDAS PELA SONDOTÉCNICA:
• Acompanhamento e controle da execução das obras e serviços, visando garantir que as empreiteiras cumpram integralmente as cláusulas constantes dos seus contratos, notadamente no que concerne a conformidade com os projetos, especificações e normas técnicas pertinentes;

• Elaboração e aprovação, junto à supervisão, do plano de controle tecnológico e da qualidade dos materiais para execução das obras, bem como a supervisão e controle de sua execução;

• Análise dos procedimentos de controle de qualidade apresentados pelas empreiteiras e apresentação à supervisão para aprovação;

• Fiscalização da efetiva aplicação dos procedimentos de controle de qualidade aprovados;

• Análise, aprovação e controle das programações físicas detalhadas das empreiteiras, dentro do planejamento básico para implantação do empreendimento;

• Controle topográfico das obras;

• Verificação das medições físicas de serviços executados, para efeito de pagamento e faturamento das empreiteiras, segundo normas e orientação da supervisão;

• Apresentação, para análise da supervisão do GEPROCAV, das Autorizações de Serviço (AS) solicitadas pelas empreiteiras, para serviços não definidos no projeto com as respectivas justificativas;

• Apresentação, para análise e aprovação do GEPROCAV, de eventuais propostas de alteração do planejamento físico e financeiro dos serviços;

• Apresentação de propostas de alteração de projeto ou metodologia de execução, para análise e aprovação;

• Apresentação, para análise e aprovação do GEPROCAV, de propostas relativas a preços novos e serviços não constantes do contrato, solicitados pelas empreiteiras, justificando a necessidade dos mesmos;

• Apresentação, para análise e aprovação do GEPROCAV, das modificações de projeto no campo, e supervisão da elaboração de croquis correspondentes, para futura confecção dos desenhos "as built" emitidos pelas empreiteiras e da supervisão da execução do cadastro de testada dos imóveis;

• Apoio as empreiteiras na administração das interfaces externa com concessionárias de serviços públicos, órgãos públicos, moradores e empresas afetados pela execução dos serviços, no âmbito das obras, mantendo o GEPROCAV informado a respeito da evolução dessas interfaces;

• Apoio ao GEPROCAV na administração dos contratos das empreiteiras, providenciando os elementos necessários pare suas alterações e encerramento dos contratos;

• Preparação de relatórios mensais para serem encaminhados ao GEPROCAV indicando a situação física e econômica das obras, incluindo fotografias, mapas, e o que for necessário para melhor entendimento dos serviços;

• Diligenciamento junto às empreiteiras pare que estas cumpram todas as recomendações e exigências dos órgãos ambientais;

• Diligenciamento junto às empreiteiras para que estas cumpram todas as normas relativas à Segurança, Higiene e Medicina de Trabalho; as atividades desenvolvidas durante a execução das obras compreenderam escavações, reateros, escoramentos, esgotamento ou rebaixamento de lençol freático, fundações através de estacas pré-moldadas ou escavadas, terraplanagem, estruturas de concreto armado, pavimentação, revestimento de canais, drenagem profunda, macro e microdrenagem, sinalização, implantação de áreas verdes e infra-estrutura de iluminação e acompanhamento dos procedimentos relativos a desapropriação e remanejamento de favelas.

Data: 1996 - 2001